Aula 2 - Pesquisa - realização pessoal x formação e carreira

Nossa pesquisa, realizada em maio de 2020, foi respondida  por pessoas de todas as regiões do Brasil, representadas por 17 estados.​

a.png

Responderam à pesquisa, pessoas de ambos os sexos, diferentes faixas etárias e níveis de formação.

b.png

Nosso principal objetivo, foi compreender os motivos pelos quais as pessoas escolhem uma área de atuação e formação, no mercado de trabalho e a relação disso com a realização pessoal e profissional.

Constatamos que, mais de 40% das pessoas não escolhem a formação por afinidade e/ou paixão pela área e sim, por outros motivos.

Veja:

c.png

Esse gráfico nos mostra que boa parte das pessoas estão dispostas a abrir mão do que verdadeiramente gostam, atuando por conveniência, em áreas com as quais não tem afinidade.

Quais as consequências deste tipo de comportamento coletivo?

Apenas 35,3% das pessoas se sentem plenamente realizadas, pessoal e profissionalmente, veja o gráfico resultante da seguinte pergunta:

_ Você se sente realizado pessoal e profissionalmente, nos dias atuais?

d.png

​É um dado assustador, não é?

 

Será que vale a pena desperdiçar uma carreira ou até mesmo uma vida, fazendo o que não gosta e sentindo um vazio no peito, frustração, vivendo uma vida sem sentido...?

 

Tenho certeza que sua resposta é não!

 

Mas e aí? Como fazer para mudar isso?

 

A pesquisa também mostrou que a maioria das pessoas, estão dispostas a buscar alternativas, mudar esse cenário:

Fizemos a seguinte pergunta:

 

Se você tivesse à sua disposição hoje, agora, uma forma de conhecimento que lhe colocasse no caminho da sua realização pessoal e profissional, estaria disposto a acessá-la e trabalhar com ela?

Quase que por unanimidade, as pessoas sem mostraram dispostas:

e.png

​Tem gente que acha que é bobagem, tem gente que simplesmente não acredita, tem gente que que é indiferente em relação à espiritualidade, tem outros ainda que tem uma noção equivocada do que seja...

Mas é fato: pessoas de sucesso, pessoas felizes, são espiritualmente desenvolvidas. E olha só que informação impressionante encontramos na nossa pesquisa:

Cem por cento (100%) das pessoas que afirmaram não fazer a menor ideia do que seja espiritualidade, também afirmaram não serem plenamente felizes e realizadas profissionalmente.

g.png

Enquanto, entre as pessoas que se dizem felizes e realizadas profissionalmente, nenhuma sequer (0%), afirmou ter total desconhecimento do que seja espiritualidade.

f.png

Embora não nos surpreenda aqui no IEDH, não podemos negar que são dados impactantes.

Coincidência?

Você sabe que não!

Nos próximos módulos você vai entender o motivo!

 

Vamos juntos!

Depoimento dos Alunos - Como era a minha vida antes do curso (se você já assistiu, pode ir para a próxima página)